quarta-feira, 12 de novembro de 2014

Estrelinha-ametista

Calliphlox amethystina (Boddaert, 1783)

MACHO - ADULTO
Foto de minha autoria, feita aqui no Parque Ambiental, de Arceburgo-MG, em 15.05.2014, as 10.46 horas. A ave estava visitando a flor do Malvavisco - Malvaviscus arboreus , da cor vermelha. Planta esta, que plantei para o Projeto Beija-flor, durante minha estadia na |Secretaria de meio Ambiente.

Outros nomes populares: Beija-flor-estrelinha, Besourinho-ametista, tesourinha, beija-flor-mosca e Besouro-zumbidor.

Escasso, de ocorrência localizada (talvez relacionada à estação do ano) em dossel e borda da mata e capoeira, às vezes em áreas abertas vizinhas. Bico reto. O macho é verde-bronzeado por cima,ponto branco atras do olho, manchinha branca no lado do dorso estendendo-se à parte baixa dos flancos. Garganta vermelha, cintilante, orlada por um colar branco que sobe pelos lados do pescoço; barriga verde-suja, leve acanelada nos flancos e crisso. Cauda longa bifurcada, preto-violáceo. A fêmea, por cima como o macho; garganta branco-suja, salpicada de violeta e verde, orlada por um colar branco meio indistinto; canela por baixo, mesclado com branco no  meio da barriga; mancha no flanco como no macho; cauda mais curta, verde-fosca com faixa subterminal preta. Compare com as fêmeas dos topetinhos. Em geral solitário, visita flores e bebedouros; costuma pousar em ramos bem altos. Voo lento e f flutuante, como o de uma mamangava, com cauda meio erguida. O Macho exibe-se diante da fêmea, indo e vindo num voo pendular.
Citação: Aves do Brasil - Pantanal & Cerrado - John A. Gwynne, Robert S. Ridgely, Guy Tudor e Martha Argel.

FÊMEA - ADULTO
Foto de minha autoria, feita na Fazenda Mirante da Serra, dos amigos Claudia e Rodolfo. A fêmea descansa no ramo da Corda-de-Viola --ipomea hederifolia L., após sugar seu néctar

FAMILIA TROCHILIDAE
Subfamília trochilinae
Ordem trochiliformes

Etimologia
Calliphlox - beleza resplandecente, do grego kallos = belo + phlox, do grego = chama
amethystina - do latim amethystinus = cor da ametista, ametístico.
Citação: Aves Brasileiras e Plantas que as atraem - Johan, Christian Dalgas Frisch.


Gênero Calliphlox

Macho
Peso 2,5 g. Medidas ct. 84mm, a. 32mm, b. 13mm

Femea
Peso 2,5 g. Medidas: ct. 84mm, a. 32mm, c. 32mm, b. 13mm.

Os jovens se parecem com a fêmea, tendo no entanto a garganta rajada de escuro.

Distribuição geográfica: E-Venezuela, Trinidad, E-Equador, Guianas, N-Bolivia, Peru, Paraguai, NE-Argentina e maior parte do Brasil.

O ninho tem forma de tigela, feito com painas e firmemente envolto com teias de aranha, e ainda revestido com liquens. 
Medidas do ninho: altura 28mm, profundidade 14mm, diâmetro externo 30mm, diâmetro interno 16mm.

ovo: 0,33 - 0,34 g. 13 x 8mm.

O período de incubação é de 13 dias, e a permanência no ninho é de 20 dias.

Época de reprodução: novembro a abril.
Citação: Os beija-flores do Brasil - Rolf Grantsau.

MACHO - ADULTO
Macho, sem o colorido da garganta, o vermelho cintilante, a iridescência. Basta um simples movimento ai a beleza surge.Foto de minha autoria, feita na Fazenda Mirante da Serra, dos amigos Claudia e Rodolfo. O macho descansa no ramo da Corda-d-Viola --ipomea hederifolia L., após sugar seu néctar

Observações: É esta especie o vertebrado de maior metabolismo que exite no planeta, e por esta razão é digna de estudo e pesquisas da mais alta importância. Sua circulação sanguínea percorre seu corpo 180  vezes por minuto, enquanto em um ser  humano, são empregados cinco minutos para uma circulação completa do sangue.
Citação: Aves do Brasil - Beija-flores - Volume V - Augusto Ruschi.

MACHO -A DULTO
Um simples movimento, começa a aparecer a beleza da iridescência
Foto de minha autoria, feita aqui no Parque Ambiental, de Arceburgo-MG, em 15.05.2014, as 10.46 horas. A ave estava visitando a flor do Malvavisco - Malvaviscus arboreus, da cor vermelha. Planta esta, que plantei para o Projeto Beija-flor, durante minha estadia na |Secretaria de meio Ambiente.

BEIJA-FLORES DE ARCEBURGO-MG - NUMERO 5

BEIJA-FLORES DO BRASIL - NUMERO 26





Nenhum comentário:

Postar um comentário